23.03.2021
Anne
Anne

“Um clássico que todo leitor deve ter em sua estante!” Foi o que pensei ao terminar a série Anne, escrita pela autora canadense Lucy Maud Montgomery e publicado originalmente em 1908.

Com personagens cativantes desde a protagonista até os mais “complicados”, a autora nos leva a um mundo real e ao mesmo tempo encantado capaz de trazer até aos mais incrédulos um toque de sonho e magia. Isso, claro, quando você romantiza a história, afinal um romance inocente com final feliz é o que tudo o que queremos. No entanto, visto pelo lado crítico, temos um universo machista e regido por imposições de beleza, onde a própria protagonista se inferioriza por achar que seus belos cabelos ruivos são a “desgraça” de sua vida. Além de várias referências que definem que uma mulher nasceu apenas para lavar, passar, cozinhar e ah! Ser bonita, claro!

Os livros não tinham tanta visibilidade no Brasil até a Netflix lançar em 2017, a série Anne whit an E, baseada nos livros Anne de Green Gables. O sucesso foi tanto, que a procura pelos livros aumentou e diversas editoras estão publicando novas edições com capas cada vez mais bonitas e atrativas para leitores colecionadores. O cancelamento da série decepcionou a multidão de fãs que luta entre petições e recordes de assinaturas para a renovação ao menos com o desfecho da história, já que ficou em aberto na terceira temporada.

Se você não leu ou não assistiu a série, eu recomendo que faça ambos. É uma história cativante, mesmo com os detalhes machistas e padrões absurdos da época, vale a leitura. Se você já viu a série e não conhece os livros, vá com calma e pouca expectativa que vai encontrar conteúdo semelhante ao da escrita. Lembre-se, as séries e filmes são baseados nas histórias que amamos, ou seja, não são uma cópia fiel e embora tenha muitas semelhanças, a série é bem diferente. Contudo, vale a pena assistir e ler os livros. (Não necessariamente nessa ordem!).

E você? Já leu Anne ou assistiu a série? O que achou?

leia esse aqui

Você curte livros Instalove?

Oi Genteee! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje resolvi escrever esse post depois que uma leitora questionou sobre um dos meus livros, ela não é muito adepta ao instalove (amor instantâneo) e entendo. Mas confesso para vocês que eu amo esse tipo de amor, afinal, é o amor […]

esse post trata de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *